segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Apátrida - Ana Paula Bergamasco

Olá, eu tinha colocado o livro Apátrida de Ana Paula Bergamasco na minha lista de leitura de Janeiro para o desafio de férias do Garota It, aí o livro chegou e eu fui dar só uma olhadinha, não deu outra, terminei o livro ontem. Como eu escrevi na resenha de Êxodus, eu gosto muito de história, e a segunda guerra mundial me fascina pelo fato de não conseguir entender como a humanidade permitiu tamanho genocídio. Por isso quando eu ouvi falar de Apátrida pela primeira vez (foi a minha irmã que falou dele pra mim, acho que ela leu alguma coisa em algum blog) eu já tive de cara vontade de ler, aí fui lendo comentários sobre ele e estava cada vez mais curiosa, principalmente por que muitos disseram que foi o melhor livro que leram esse ano. Eu não achei, não foi o melhor livro que eu li esse ano, foi o melhor livro de literatura que eu já li na minha vida.
Eu não sei se vou conseguir expressar com palavras o que exatamente eu gostei no livro, vou começar pelo que me chamou atenção desde a primeira página: Primeiro um vocabulário riquíssimo, a Ana Paula realmente soube escolher as palavras para contar essa linda história, e na minha opinião isso é muito importante para a leitura ser prazerosa, não adianta ter uma boa história e não saber contá-la. 
O fato do livro ser narrado em primeira pessoa também faz agente se tornar cúmplice da narradora, no caso Irena, uma pessoa incrível , parecia que eu estava lendo uma biografia real, a autora mostrou ter um conhecimento profundo sobre o que ela estava escrevendo, tenho certeza que ela pesquisou muito antes de escrever, e isso também é importante para que a leitura seja prazerosa, quando se trata de um assunto tão complexo como a Segunda Guerra não se pode simplesmente sentar inventar uma história e escrever um livro, é preciso ter realismo e foi o que eu encontrei em Apátrida, tudo o que aconteceu no livro, aconteceu na vida real com várias pessoas.
Também gostei do fato de que em todo o livro a autora procurou não culpar um único povo pelas atrocidades, o que geralmente acontece, ela conseguiu com um único núcleo de personagens abordar, o sofrimento de Judeus, Russos, Poloneses, Alemães, Testemunhas de Jeová, Japoneses de Hirochima, e até dos próprios nazistas. Conseguiu provar as  palavras iniciais do livro:
"Diga-me, em qual local do mundo há vencedores numa guerra? O conflito só existe porque houve fracasso, seja o resultado que ele tiver... A maioria das guerras foram decididas por interesses econômicos. Então, quando há o primeiro ferimento e a primeira morte, não importa se de um soldado ou de um civil, as partes envolvidas se tornaram perdedoras. A vida tem um preço inestimável, imensurável. Nada justifica a sua perda. Desse modo, desconheço qualquer vencedor na Segunda Grande Guerra. Todos tiveram baixas. Todos sofreram muito."
Em nenhum momento o livro exalta algum povo como sendo superior a outro, a autora fez realmente um trabalho maravilhoso em expor os fatos e mesmo assim se manter imparcial. pra mim esse livro deveria ser obrigatório, todos devem conhecer esse passado para que ele não se repita, por que mesmo que em pequena escala ele ainda se repete, tivemos um caso recente quando aquela estudante de direito que eu nem lembro o nome colocou frases preconceituosas contra nordestinos no Twitter, foram atos pequenos assim que deram início ao nazismo e todas as outras formas de intolerância que o mundo já viu, isso não poderia acontecer, nós não precisamos gostar de tudo que uma outra cultura faz ou acredita, mas temos que respeitar, o respeito é a base para a convivência pacífica, e infelizmente é a maior carência do ser humano. 
Gente leiam, isso não é uma sugestão é uma ordem!!!rsrsrsrssr
Ana Paula Bergamasco, (ainda vamos ouvir muito esse nome) Parabéns pelo trabalho maravilhoso.  

Leiam os três primeiros capítulos AQUI
Leia a entrevista que a autora deu para o Garota eclética AQUI

18 comentários:

  1. Realmente é muito bom este livro, estoou muito ansioso para ler.

    ResponderExcluir
  2. O livro parece ser realmente muito bom, estou louca pra ler.
    Muita gente tem falado muito bem dele.
    Adorei a resenha!

    Beijinhos...
    Pri
    www.viajenaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  3. Amei a resenha, já tinha lido muitas coisas sobre esse livro mas agora to doida pra ler ele *--*
    Parabéns eu blog é lindo, e gostei muito da sua resenha!
    Te convido para participar da Sexta do leitor, com essa resenha no meu blog literário, gostaria muito que você participasse!

    Beijos,

    Gabi
    Mundo Platônico
    (http://gabiiem.blogspot.com/)

    ResponderExcluir
  4. Fiquei com uma vontade de lê-lo, parece realmente muito bom!!!

    Beijos, ótima resenha!!

    ResponderExcluir
  5. Olá, agradeço-lhe pela resenha e pela carinho!
    Um abraço, Ana

    ResponderExcluir
  6. Muito obrigada por me indicar esse livro lá no Skoob, fiquei muito interessada:)

    ResponderExcluir
  7. Sua resenha está muito bem feita, parabéns! Prova disso foi que me despertou uma vontade muito grande de ler esse livro =)

    ResponderExcluir
  8. Obrigada a todas vcs, leiam o livro que não vão se arrepender!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Gostei muito do que li!
    Eu vim visitar o seu blog a partir de uma msg sua no meu skoob!
    Se puder, visite o meu também: http://nascidaemversos.blogspot.com/

    Sucesso!

    ;D

    ResponderExcluir
  10. Oi Karla, obrigada, visitei seu blog muito lindo parabéns!
    Já estou seguindo.

    ResponderExcluir
  11. Adorei a resenha. Você escreve muito. Eu adoro história sobre o holocausto, sou fascinada pricipalmente pela a Anne Frank.

    ResponderExcluir
  12. Obrigada. Ainda não li Anne Frank acredita? Mas está na lista.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Adorei os 3 capítulos e preciso ler o livro!!!

    Muito boa resenha, e sempre é muito comovente ler sobre as guerras, pois não temos a real noção - somos um país, que graças a Deus, não conheceu essas privações - do que foi o sofrimento de tanta gente, tanta fome, dor...

    Está na lista, obrigada, bjs!

    ResponderExcluir
  14. Obrigada Cris, esse tema também sempre me chamou muita atenção e Apátrida é o melhor que eu já li.

    ResponderExcluir
  15. Oláá! Adoreei a resenha! Quero ler o livro mais ainda!!! rs :)
    Beeijos :*

    ResponderExcluir
  16. Obrigada Angélica, que bom que gostou.

    ResponderExcluir

Saiba que seu comentário me deixa muito feliz, então comentem a vontade.
Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...